4 de jan de 2014

RESENHA: ANTES QUE EU VÁ


Sinopse: Samantha Kingston tem tudo - o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no Thomas Jefferson, o colégio que frequenta - da melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, deveria ser apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita. Em vez disso, acaba sendo o último. Mas ela ganha uma segunda chance. Sete 'segundas chances', na verdade. E, ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha começa a desvendar o mistério que envolve sua morte - podendo descobrir, enfim, o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder.




Estava com vontade de ler esse livro fazia um tempo mas nunca conseguia compra-lo, até que algumas semanas antes de viajar para Florianópolis decidi que seria o livro da minha viagem. Esperei quase uma semana para poder começar a lê-lo. Foi um dos melhores livros que eu li em 2013, se eu soubesse que ia gostar tanto, teria lido ele antes. 

A primeira coisa que chama atenção no livro, é a sua linda capa. Essa garota de  olhos verdes faz você imaginar a personagem principal, Sam. O livro narra a historia dessa garota, que mesmo não sendo a "chefe" do grupo, é bastante popular dentro do colégio. Ela tem uma vida "perfeita", com direito a humilhar qualquer pessoa até que um dia ela morre, simples assim. Então ela passa a reviver o dia de sua morte sete vezes e nesse processo, ela descobre quem ela é, quem suas as amigas são e como a vida pode ser irônica. 




Lauren Oliver é uma excelente escritora, ela consegue contar o mesmo dia sete vezes e mesmo assim não fica cansativo. Os personagens mesmo não sendo cativantes são bastante comuns, o que faz qualquer pessoa que já tenha passado do Ensino Fundamental se identificar.

Um tema que Lauren, explora bastante nesse livro é o bullying e as consequências que esse tem na vida das pessoas, ela mostra os dois lados deste ato cruel (o lado de quem pratica e o lado de quem sofre). Ouvi uma frase uma vez que dizia "toda historia tem 3 lados: o meu, o seu e a verdade. E nenhum esta errado" e pra mim é isso que a historia mostra.

Uma coisa que eu adorei, é que vamos descobrindo o que aconteceu na noite em que Sam morre aos poucos e mesmo que o final não tenha sido o que eu queria, eu tenho certeza que foi o final certo. Sam também passa por varias mudanças ao longo da historia, ela passa por períodos de medo, tristeza e raiva até finalmente amadurecer. 

Minha opinião? O livro é ótimo e muito profundo. Ele mostra como cada ato, ainda que pequeno, muda a nossa vida. Só que a maior lição é que ninguém é bom ou ruim, é bobagem classificar as pessoas assim. Independente de qualquer coisa todos merecem uma segunda chance.

"Mas antes de você me acusar, permita-me fazer uma pergunta o que eu fiz é realmente tão ruim? Tão ruim que eu merecia morrer por isso? Tão ruim que eu merecia morrer assim ? 
O que eu fiz foi realmente tão pior do que todo mundo faz? 
É realmente muito pior do que você faz?
Pense a respeito."

"Algumas coisas se tornam lindas quando você realmente olha"


"É o mundo contra nós, baby"


"Penso que isto, minha vida, minhas amigas, pode ser imperfeito, defeituoso ou o que seja, mas nunca me pareceu melhor."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©